Ilha de Santiago

Cabo Verde

0 ofertas em Ilha de Santiago

Sabe mais sobre Ilha de Santiago

Ficha informativa

Documentação necessária:
- Passaporte com validade mínima obrigatória de 6 meses a contar da data de saída de Cabo Verde.
- Taxa de Segurança Aeroportuária (TSA). Para obtenção da TSA, os dados de passaporte terão de ser inseridos na íntegra no processo após a sua conclusão ou até 5 úteis dias antes da partida. Após esta data, a obtenção da TSA deverá ser paga à chegada ao aeroporto de Cabo Verde (valor indicativo: 31? por pessoa). 
Visto: além da TSA, é necessária a obtenção de visto com exceção das seguintes nacionalidades: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Bulgária, Canadá, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polónia, Reino Unido da Grã Bretanha, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça. Para obtenção do visto, os dados de passaporte terão de ser inseridos na íntegra no processo após a sua conclusão ou até 5 úteis dias antes da partida. Após esta data, a obtenção do visto deverá ser paga à chegada ao aeroporto de Cabo Verde (valor indicativo: 25? por pessoa). 

AVISO
A) As taxas de aeroporto e de combustível estão sujeitas a alterações até à data da partida.
B) Os quartos indicados como triplos são duplos com cama extra.
C) A hora de saída dos quartos no último dia terá de ser efetuada até às 12 horas.
D) Taxa turística (valor indicativo de 2? por pessoa e noite), aplicável a maiores de 16 anos, paga localmente nos hotéis. 
E) O check-in nos voos para Cabo Verde encerra 60 minutos antes do horário da partida.
F) Comparência no aeroporto 3 horas antes da hora do voo.
G) O envio de documentações poderá estar sujeito à regulação prévia de saldos ou débitos existentes.
H) A inserção dos dados de passaporte é da responsabilidade da agência de viagens, declinando a Solférias qualquer responsabilidade pelos dados inseridos.

Sobre o destino

  Santiago, a maior ilha do arquipélago, é a capital do país e também o berço da nação.

    Foi aqui que os portugueses desembarcaram pela primeira vez em Cabo Verde. Por isso mesmo, existem, até hoje, inúmeros vestígios dessa época. Não deixe de visitar a Cidade Velha, considerada Património Mundial da Humanidade, e de se deslumbrar com a vista da Fortaleza de São Filipe, construída com pedra oriunda de Portugal. O pelourinho, datado do século XVI e de estilo manuelino, continua intacto. Na Rua Banana, que se pensa ter sido a primeira rua da cidade, casas que conservam ainda a mesma estrutura de tempos antigos, permitindo-nos perceber melhor como era a vida nessa época.
    O vale que desagua na cidade é rico em vegetação, com destaque para os coqueiros e imponentes embondeiros. Outro dos locais obrigatório de visita é a cidade da Praia, atual capital, centro administrativo e comercial do país. Percorra a Avenida Amílcar Cabral, principal artéria do Plateau, ladeada pelas mais importantes casas comerciais e empresas, até ao Liceu Domingos Ramos, antes de um agradável passeio às belas praias de Quebra Canela, Prainha, Gamboa e Mulher Branca.
    Partindo para o interior, à descoberta do resto da ilha, chegamos a São Domingos, um dos vales mais ricos e verdejantes da ilha. Em direção ao norte da ilha, poderemos contemplar as inúmeras encostas montanhosas e os seus picos de formas peculiares, bem como vales profundos, com vegetação bastante abundante. Ao chegar a São Jorge de Órgãos, deixe-se levar pela beleza da paisagem e pelo sossego da densa vegetação.
    Poderá visitar o Jardim Botânico, no sopé do Pico da Antónia, o mais elevado da ilha. Mais a norte, encontra a cidade da Assomada, a 64 Km da Cidade da Praia, importante polo comercial e agrícola. Aqui poderá visitar o Museu da Tabanca.
    Depois de passada a Serra da Malagueta, chega ao Tarrafal. A sua baía, com uma fabulosa praia de areia fina e branca, águas tépidas e cristalinas e vastas sombras de coqueiros, é um importante local turístico e piscatório. A vila convida a um passeio pela Praça Central com visita à igreja e ao mercado. Não deixe de conhecer o antigo campo de concentração de presos políticos da era colonial. Este local possui atualmente um pequeno museu que explica toda a sua história. O silêncio, o calor e a aridez que se fazem sentir vão conduzi-lo numa viagem ao passado. 
    O caminho de regresso poderá ser efetuado pelo litoral nordeste da ilha, onde encontra uma paisagem diferente, mas igualmente admirável. Aqui, pequenas baías e enseadas ladeiam a estrada com pequenos areais negros e desertos que servem de descanso a botes de pesca.




   

Newsletter

Obtem as melhores ofertas no teu e-mail